- PUBLICIDADE -

Guarda Municipal promove curso de Adestramento e Operações com Cães – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Curso no Grupamento de Operações com Cães – Robert Gomes / Prefeitura do Rio

O Grupamento de Operações com Cães (GOC) da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) deu início ao curso de Adestramento e Operações Com Cães que vai habilitar novos agentes na realização de atividades operacionais com o emprego do animal. O curso, aberto a alunos de outras forças policiais e de segurança, começou nesta segunda-feira (06/06) e vai até 22 de julho, com aulas práticas e teóricas.

Ao todo serão 25 alunos, sendo 20 da GM-Rio. Os demais participantes são da Polícia Civil, entre eles agentes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), do GOC da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e da Guarda Municipal de Arraial do Cabo. Durante o curso serão realizadas visitas técnicas à CORE, ao GOC da Seap, à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e ao Canil Suave Veneno, para que os agentes também conheçam a estrutura e funcionamento de um canil privado, que é totalmente diferente dos que são voltados ao serviço operacional.

– A Guarda Municipal conta com efetivo de cães praticamente desde sua formação. O trabalho com os animais é um diferencial operacional e, por isso mesmo, requer agentes que tenham conhecimento especializado, além de aptidão para lidar com cães e o apreço pelos animais. Com esse curso, que visa ao ingresso no grupamento e ao apoio na formação de agentes de forças amigas, estamos investindo para manter a excelência do serviço oferecido pelos cães e guardas da GM-Rio à população carioca – destaca o comandante da GM-Rio, inspetor geral José Ricardo Soares.

Entre as matérias do curso estão o adestramento e emprego do cão; a preparação do animal para o serviço operacional do grupamento, que envolve, por exemplo, os cuidados com a higiene ou profilaxia do animal; a intervenção tática em ambientes confinados e no controle de distúrbios civis, como acontece em conflitos durante jogos de futebol etc.; faro; treinamento com o cão embarcado; conduta de patrulha; e o APH de combate, que é o atendimento de emergência médica pré-hospitalar.

As aulas são ministradas pelos instrutores do Canil da GM-Rio e também do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da instituição e do médico veterinário. Além disso, pela primeira vez haverá o emprego de monitores para o apoio nas aulas, que são guardas do Canil que estão sendo treinados para se tornarem instrutores no futuro.

Saiba mais sobre o grupamento

O GOC da GM-Rio foi criado em 24 de março de 1994 com a finalidade de auxiliar patrulhas em ruas, monumentos e prédios públicos da cidade. No início, eram 17 guardas municipais e apenas seis pastores alemães, sem pedigree. Hoje, o efetivo conta com 38 cães, que recebem treinamento frequente para atuar no patrulhamento e em ações de interação social com os cidadãos cariocas, por meio de apresentações de Showdog.

Atualmente, o Canil da GM-Rio é empregado em operações estratégicas em diversos pontos da cidade. Os integrantes do grupamento reforçaram o patrulhamento preventivo na região da Leopoldina, em Santo Cristo, para promover o ordenamento urbano e também proporcionar maior sensação de segurança a motoristas, passageiros de transportes públicos e pedestres que circulam diariamente na região. O Canil também realiza a Operação K-9, que acontece durante o dia, com uma equipe tática com cão que realiza o patrulhamento em diversos pontos da cidade, a partir de solicitação de apoio de outras unidades operacionais ou de ações de inteligência, que detectam manchas de desordem que demandam a atuação do grupamento especial.

Os cães são levados a locais como a Praça Paris, o Campo de Santana, a Quinta da Boa Vista, a Orla de Copacabana, entre outros, de forma alternada, e o patrulhamento ocorre de maneira itinerante. Além disso, o grupo especial também costuma reforçar as ações de fiscalização da GM-Rio da Operação Verão. Em 2021, foram contabilizados 70 ocorrências do Canil, incluindo flagrantes de roubo, auxílios diversos e coerção a desordens. Neste ano, até o mês de maio, foram registradas 17 ocorrências.

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -