- PUBLICIDADE -

É possível mudar uma corporação como a Polícia Militar?

As vezes, em meus momentos de reflexão, durante minha jornada nesse blog, nessa minha caminhada entre picos e vales, palácios e desertos, chego a duvidar de minhas próprias palavras. Vendo alguns comportamentos medíocres dentro de nossa Corporação e de minhas próprias ações medíocres, chego a duvidar se essa polícia pode tornar-se a polícia que sonhei um dia.Uma polícia eficiente, eficaz e efetiva, próxima da comunidade. Uma polícia com credibilidade e profissional. Questiono-me se ela vai mudar, às vezes, até mesmo se ela está mudando.
Sinto-me em certas situações como um “peixe fora d’ àgua”. Uma instituição é feita por homens, aqui, não tenho dúvida, temos grandes homens, por isso podemos ser uma grande instituição, mas a forma como a conduzimos às vezes parece  o contrário. O descaso com o público interno e a falta de conhecimento é gritante. O império do “requerimento que eu quero”, conhecido como RQQ,  é visível. A polícia que sonhamos ainda está distante da polícia que temos. O externo reflete o interno!

Precisamos melhorar como seres humanos para melhorarmos como Instituição. A mudança é do micro para o macro, enquanto não percebermos isso, será uma queima de energia desnecessária. Já não sei mais  como manter a esperança. É preciso lutar contra a desesperança, é preciso lutar…
  
“A educação é o único caminho para emancipar o homem. Desenvolvimento sem educação é criação de riquezas apenas para alguns privilegiados.” (Leonel Brizola)

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -