- PUBLICIDADE -

Caixa de Pandora?

É intrigante o nome da operação da PF que investiga políticos no DF. Essa expressão talvez queira dizer mais do que realmente diz. E o esquema de corrupção possa ser maior do que imaginamos…
A caixa de Pandora é uma expressão muito utilizada quando se quer fazer referência a algo que gera curiosidade, mas que é melhor não ser revelado ou estudado, sob pena de se vir a mostrar algo terrível, que possa fugir de controle. Esta expressão vem do mito grego, que conta sobre a caixa que foi enviada com Pandora a Epimeteu.
No último post cheguei a afirmar que a situação é pior do que se imagina, continuo acreditando nisso, pois quanto mais se “abre” a caixa as coisas pioram.
Estive há pouco com um amigo secretário ex-secretário (possivelmente saia hoje a sua exoneração por decisão do partido) e conversei com alguns amigos que militam há tempos na política do DF, além de cientistas políticos e curiosos no assunto (rrsrs), assistimos juntos as declarações do atual governador e como a maioria politizada no DF tentamos desenhar o cenário que surge. Chegamos a conclusão de que não é nada bom.
Em tese quem sairia fortalecido seria o candidato Agnelo do PT, mas já se fala em “boca miúda” que ele é a “bola da vez” e que novidades irão surgir a seu respeito, o que fortalece o ex-governador Roriz e deixa o cenário nebuloso…
Faltam nomes na atual circunstância para assumir os novos postos “abandonados” pelos aliados e nomes a “altura” para uma eventual disputa ao governo do DF. É improvável a saída do governador eleito e a “guerra” entre os possíveis candidatos irá se acirrar cada vez mais…
Creio que muitas denúncias surgirão de ambos os lados…
Seja o que Deus quiser!
Mas que a memória do povo não seja curta!!

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -