- PUBLICIDADE -

Governadora Izolda Cela nomeia 490 novos policiais civis

O Governo do Ceará segue não medindo esforços para garantir mais segurança e fortalecer o trabalho investigativo da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE). A governadora Izolda Cela assinou, nesta quinta-feira (23), a nomeação de 490 policiais civis, sendo 390 inspetores e 100 escrivães, que irão compor os quadros da PC-CE. O ato foi publicado na edição de hoje (23) do Diário Oficial do Estado do Ceará (DOE). A solenidade de posse dos novos servidores está prevista para a próxima semana, no Centro de Eventos do Ceará.

A entrada dos novos policiais proporcionará maior celeridade nas investigações desenvolvidas pela Polícia Civil, principalmente em homicídios e no combate das organizações criminosas. Com os novos servidores será possível ampliar a capacidade de investigar e produzir inteligência policial.

Reforço na segurança pública

Incluindo a nomeação de hoje (23), desde 2015, foram nomeados 1.714 novos policiais civis – sendo 247 delegados, 528 escrivães e 939 inspetores. O número representa 43%, do efetivo atual, que com a chegada dos novos policiais, passa a 3.958 servidores.

De 2015 até o momento, o Governo do Ceará reforçou o efetivo com a nomeação de mais de 18 mil profissionais de segurança pública, considerando os policiais militares, civis e penais, além de bombeiros militares e profissionais da Perícia Forense e Sistema Socioeducativo.

Formação

Antes da nomeação, os policiais civis passaram pelo curso de formação na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp). O curso foi voltado para a habilitação dos novos inspetores e escrivães que reforçarão a polícia judiciária do Governo do Ceará.

No total, foram 728 horas/aula, sendo 602 na modalidade presencial e 126 EAD. A capacitação contou com disciplinas de conhecimentos integrados, jurídicos e específicos, abordando assuntos como: técnicas operacionais; tiro policial; defesa policial; condução veicular operacional; técnicas de entrevista; sistemas de informação policial aplicados à prática cartorária; armas e munições letais e menos letais e equipamentos; introdução à investigação policial; direitos humanos e atuação do profissional de segurança pública frente aos grupos vulneráveis; dentre outras disciplinas. Os novos policiais civis também participaram de atividades complementares com seminários e palestras.

Fonte: PCCE
Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -