- PUBLICIDADE -

Preso suspeito de abusar sexualmente de sobrinha de 10 anos em Alto Paraíso

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia de Alto Paraíso, cumpriu, no dia 11 de junho, um mandado de prisão preventiva em desfavor de indivíduo pela prática do crime de estupro de vulnerável majorado, praticado em continuidade delitiva, contra uma vítima de 10 anos, sua sobrinha.

Consta nas investigações que a vítima foi abusada sexualmente durante dois anos consecutivos, pelo seu tio. As investigações apontam que parte da família tinha conhecimento dos fatos, mas nunca relatou a qualquer órgão público, seja relacionado a persecução criminal ou mesmo de assistência social.

Somente quando o pai da criança teve conhecimento dos fatos, no dia 06 de junho de 2022, foi que ele compareceu em sede policial para denunciar o caso, apresentando, inclusive, vários vídeos do suspeito assediando a criança.

Depois que o investigado teve conhecimento que o crime foi descoberto pelo genitor, ele fugiu para a cidade de Brasília/DF. O suspeito também mandava várias mensagens para o pai da criança, falando que poderia “se explicar pelo que fez”.

Diante dos fatos, foi expedido mandado de prisão preventiva em desfavor do suspeito, pela prática do crime previsto no artigo 217-A, c.c. 226, inciso II, ambos do Código Penal, o qual foi cumprido pela Polícia Civil de Alto Paraíso.

Após as comunicações de praxe, o preso foi recolhido à unidade prisional de Alto Paraíso e encontra-se à disposição do Poder Judiciário. As penas cominadas ao delito praticado pelo suspeito podem chegar até 22 (vinte e dois) anos e 06 (seis) meses de reclusão.

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -