- PUBLICIDADE -

A quem interessa a mudança de uniforme na PM? Quais são os critérios e parâmetros utilizados?

Existem certos assuntos na Corporação que evito debater, devido minha ignorância, procuro falar somente sobre as áreas que tenho mais afinidade. Recentemente recebi uma mensagem sugerindo um tema para discussão no Blog. Para isso, li alguns textos sobre o assunto e tirei minhas conclusões. Eu poderia “elucubrar” sobre a “beleza” da farda ou sua funcionalidade, tentarei ser coerente. Desde quando a polícia foi criada ela usa farda, isso é fato. Minha dúvida é saber desde quando iniciou a “máfia” de uniformes dentro da Corporação. Quando se pensa em uma mudança de uniforme três questões devem ser analisadas: Qual o objetivo dela? Quem será beneficiado com ela? Quais os problemas dos atuais uniformes? (em minha opinião somente os metais – já fui vítima de acidente com viatura onde o metal da boina feriu gravemente minha cabeça). Por um longo período a própria instituição comprou as fardas e “redistribuiu” aos policiais. Nunca pensaram na qualidade ou funcionalidade, continuam não pensando… Há pouco tempo (um pouco mais de uma década) passamos a receber um tal de “auxílio fardamento”. De lá para cá, várias mudanças foram implementadas em nossa farda, possivelmente para “oxigenar” o mercado. Em tais mudanças a funcionalidade e qualidade não foram observadas. Uma “roupa operacional” deveria ser criada por quem entende do assunto. Ela dever ser confortável, segura e ter bom “caimento”, por que não?. Algumas perguntas devem ser feitas: Qual a função específica do boné? (cobertura) – É realmente necessário ou tem que ser colocado porque está previsto em regulamento? O sapato atende as nossas necessidades ou o coturno é mais prático? Qual a representação do “Brevê” para o policial que o usa e para o cidadão que o vê? Ele “empodera” o policial que o utiliza? A corrupção se alastrou em todas as áreas e se aperfeiçoou ao longo do tempo. Até quando administramos nosso dinheiro arrumam um jeito de “desviá-lo”. Existem mais mistérios entre os céus e a terra do que a vã filosofia pode explicar… É importante ressaltar que os uniformes custam bem mais do que o nosso auxílio fardamento de um soldado…haverá ressarcimento da diferença? Muitas vezes criamos problemas para nós mesmos! Somos nossos próprios carrascos!!

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -