- PUBLICIDADE -

Como está o CFSd 2009? Pontos importantes a serem analisados!

Estive lendo o Blog do Sabbatini e fiquei preocupado com algumas questões, além disso, ouvi de alguns amigos questionamentos que não condizem com a realidade.
Deixo claro, que são apenas idéias e opiniões particulares, desse blogueiro, fundamentadas apenas na observação empírica dos fatos e conversas com amigos envolvidos no processo.
Sempre que pude, alertei o João Júnior, presidente da comissão de aprovados, à época, do perigo do discurso político sobrepor ao discurso técnico. Isso é um grande risco.
Conversando com amigos aprovados, chegaram a me dizer que foram simplesmente “usados” como massa de manobra para a aprovação da Lei 12.086/09. Não é verdade, esse processo foi iniciado bem antes, em 2005. Prova disso é que esse concurso já se exigiu o nível superior.
Existem vários fatores e interesses para que esse concurso não ande, e vai além de nossa compreensão, pois envolve brigas institucionais antigas. Além de interesses pessoais de candidatos reprovados em outras fases que desejam “ganhar tempo” para tentar sobreviver. Alguns não concluiram o nível superior, outros necessitam se recuperar de problemas de saúde, dentre outros fatores.
O Tribunal de Contas não tinha a competência para suspender o concurso por causa do nível superior, mas creio que tenha esse “poder” devido à fraudes, pois ele é um “fiscalizador” desse processo.
Vi que disseram que deveriam esgotar a esfera administrativa, antes de impetrarem ações judiciais, creio que não seja necessário, mas evitam a briga “entre poderes”. Normalmente o juiz suspende a decisão até o posicionamento do TCDF, mas se esse for contrário já terão perdido muito tempo…
A sociedade precisa de novos policiais, mas ela irá sobreviver por mais seis meses, já que o último concurso foi há nove anos. Esse argumento não se justifica em uma “luta” como essa. É até ingênuo.
Todo concurso, assim como um processo, segue um rito. Esse não será diferente. A análise técnica deve sobrepor a análise “política” do fato. Nunca escondi que possivelmente esses candidatos SOMENTE ENTRARIAM NO PRÓXIMO ANO!
Alguns fatos devem ser observados:
1) O CFAP não ficará pronto antes de julho, estão enfrentando alguns problemas de “ordem administrativa”, alguns aditivos não foram aceitos pela Secretaria de Segurança;
2) Ainda tem que se fazer a licitação de toda estrutura física das salas (móveis e outros utensílios);
3) O curriculum que havia sido feito, deixou de fora disciplinas importantes (na visão superior) e está sendo refeito, com previsão de curso de até 01 (um) ano ou mais;
4) A entrada de novos policiais nesse momento poderia atrapalhar nosso aumento, em decorrência da lei de responsabilidade. Extrapola o orçamento (isso deve ser observado);
5) Existe um cronograma, ele está sendo seguido (mesmo com as intervenções do TCDF) – O concurso somente encerra após todas as fases. Ainda faltam DUAS (avaliação de títulos e vida pregressa); Além da entrega de documentos que elimina muita gente.

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -