- PUBLICIDADE -

Operação retomada – Um voto de confiança!

Desde o final da tarde de ontem, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) deu início à Operação Retomada, assegurando à sociedade que o trabalho da PM voltou á normalidade e que os policiais estão nas ruas garantindo a segurança da população e combatendo a criminalidade.

Em apenas uma noite a PM apreendeu 16 armas de fogo, registrou 43 flagrantes de crimes e recuperou 30 carros furtados ou roubados. As viaturas e policiais estão nas ruas e a população já sente a retomada da normalidade nos serviços da corporação.
“Estamos retomando a normalidade dos serviços para podermos implementar o novo modelo de gestão para a Segurança Pública do Distrito Federal”, garantiu o novo comandante da corporação, coronel Suamy Santana. No novo modelo, o enfrentamento à criminalidade será feito de forma integrada e inteligente e de acordo com as necessidades de cada Região Administrativa. “O novo programa de segurança pública vai consolidar o conceito de policiamento inteligente e integrado que vem sendo adotado desde o início do atual governo”, completou o coronel Suamy.
O programa estabelece estratégias para enfrentar a criminalidade com atuação conjunta das forças de segurança, de acordo com as principais ocorrências criminais registradas em cada Região Administrativa do DF e com a participação ativa da população.
Serão criadas quatro Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP), desdobradas em 33 Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) que contarão com Conselhos Operacionais Regionais (COR), colegiado coordenado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP/DF) e formado por representantes das forças de segurança, de órgãos de governo, representantes da sociedade civil e comunidade local.
“A filosofia da nova política é reconhecer e enfrentar os problemas regionais de segurança pública por meio de uma gestão na qual a responsabilidade será compartilhada. Nós vamos planejar em conjunto as ações operacionais que serão desenvolvidas em cada AISP. Também vamos estabelecer métodos para planejar, coordenar, fiscalizar e controlar operacionalmente as ações desencadeadas em cada RISP”, explicou o secretário de Segurança Pública Sandro Avelar.
Fonte: Agência Brasilia (Publicação: Sábado, 14/04/2012 às 19:32:36)
Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -