- PUBLICIDADE -

Um Comandante-geral compromissado!

Recentemente escrevi sobre um Comandante-geral operacional, agora quero escrever sobre um comandante-geral compromissado. Um líder se mantém fiel àquilo que acredita.
O caráter de um líder é o mais importante para mim. NOSSO COMANDANTE demonstrou o tamanho do cárater, ao utilizar seu blog para responder as dúvidas da tropa.
Utilizou um espaço, que ele não queria mais usar como Comandante-geral, pois queria utilizar o espaço institucional, mas o interesse pela tropa falou mais alto!
Obrigado por ser compromissado com a instituição COMANDANTE, MAS PRINCIPALMENTE POR SEU COMPROMISSO COM A TROPA!
Mais do que comandantes precisamos de líderes! Esse é o caminho!
Fraternal abraço desse soldado blogueiro!
domingo, 28 de fevereiro de 2010
“AGORA: FALA O COMANDANTE!
Dias de 24 horas e semanas de 07 dias não têm sido suficientes diante de tanto o que fazer.
Difundir informação segura e fidedigna, entretanto, é uma necessidade. Assim nesta semana estará disponível no Blog e no site da PMDF um vídeo com as palavras do Comandante e o blog prometido. Ademais comparecerei às formaturas dos Comandos Regionais para conversar diretamente com o nosso valoroso policial militar.
PRIMEIRO TEMA QUE MERECE ESCLARECIMENTO: REAJUSTE SALARIAL
Muita gente por aí anda especulando, observando a Polícia Civil, e falando do que não sabe, seja por ignorância, seja por maledicência.
Aos fatos: Já está nas mãos do Governador a proposta de reajuste para 2010 relativa aos militares do Distrito Federal. Diferentemente do que vinha acontecendo, desta feita a proposta contou com a participação dos Comandantes-Gerais e de todas as associações que participam do processo.
A estratégia foi montada, a proposta foi simplificada no sentido de se buscar o reajuste do soldo, retirando-se o superficial e o impossível.
Encontramos o ponto de consenso e unidade. Viva a maturidade e a união!
Tivemos na semana passada uma reunião com o Secretário de Planejamento e Fazenda do DF, onde pudemos defender nossa proposta, e que foi recebida com muita atenção, seriedade e consideração.
Ficou estabelecido que a proposta da Segurança Pública subirá de modo conjunto, não ficando nenhuma instituição de fora.
Neste momento o Secretário de Fazenda está calculando o impacto financeiro das propostas dos militares e dos policiais civis, de modo que não haja discrepância ou tratamento diferenciado. As expectativas são boas e o atendimento será para todos na proporção das possibilidades de absorção do impacto. Caso não seja possível atender nos níveis solicitados, é provável que tenhamos estabelecidos os percentuais dos próximos dois anos já para garantir reposições. Aprendemos a duras penas que devemos aceitar o incontroverso. A luta pelo que não pôde ser concedido no momento fica mais simples! Se me devem R$ 100,00 e só podem pagar no momento R$ 80,00, aceito. Mais adiante só discutirei R$ 20,00 ao invés dos R$ 100,00. Esta é a estratégia!
Outro fator importante foi apontar o soldo como parcela a ser reajustada, uma vez que conseguimos aliados no processo, no caso, os ex-territórios e ex-DF e suas bancadas, que também desejam o reajuste.
Quanto ao percentual, ainda não é possível afirmá-lo. Dependerá de outra reunião que teremos esta semana. Este é outro dado muito manipulado e enganador. Eu só posso dizer que a proposta da PMDF significa um impacto anual na ordem de R$ 360.000.000,00. Precisamos aguardar esta semana e verificar o pronunciamento da Secretaria de Fazenda com sua proposta para o caso.
Finalmente, na sexta-feira passada, fomos convocados para uma reunião com o Governador Wilson Lima, oportunidade em que reafirmamos tudo que aqui descrevemos. Ouvimos do Governador pessoalmente que ele remeterá as propostas da Segurança Pública a um só tempo, após a avaliação da Secretaria de Fazenda, pois entende que não pode haver tratamento diferenciado para ninguém, a fim de manter o clima de tranqüilidade reinante na pasta da segurança pública.
Portanto, podem confiar no que estamos fazendo – comando e representações – pois estou seguro que teremos uma boa proposta de reajuste.
Tem gente que pensa que somente o que sai nos jornais e na imprensa existe no mundo. Ledo engano. O momento atual não é para bravatas ou divulgações desnecessárias. O jogo do poder envolve negociações, lobbies e, sobretudo argumentos justos e fidedignos.
Tenho o “péssimo” hábito de honrar meus compromissos e de ser leal aos princípios de nossa instituição.
Contem comigo!
Em breve outros esclarecimentos.
Fraternal abraço,
Ricardo Martins.”
Fonte: Blog do Martins
“A única coisa que retorna do túmulo com os enlutados e se recusa a ser enterrado é o caráter de um homem. Isso é verdade. Aquilo que o homem é sobrevive a ele. Nunca pode ser enterrado.” (J. R. Miller)

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -