- PUBLICIDADE -

Vale a pena?

Ontem tirei o dia para fazer uma reflexão sobre minha vida, meu trabalho, meus amigos, meus amores…
Lembrei-me do ano passado, que foi muito difícil para mim em algumas áreas…
Lembrei-me dos colegas que morreram no domingo passado, um de forma trágica e o outro de complicações no coração. Percebi a nossa fragilidade diante da vida. Como diz nas escrituras, nossa vida é como uma chama que pode se apagar a qualquer momento…
Se sua chama se apagasse hoje, o que você teria deixado para nossa sociedade?
Questionei-me sobre isso também, por acaso, em um momento de desânimo e de crise existencial, todos passamos por isso em certas ocasiões, mas quando acontece comigo procuro o crescimento e aprimoramento, pois isso serve para refletirmos sobre quem são os amigos e aqueles que podemos contar. É bom saber que tenho “amigos fiéis”, uma família linda e abençoada por Deus e pastores (Luciano e Marcos Gárcia) que sempre posso contar!
Durante esses questionamentos vi algo que me animou…
Encontrei em meio as minhas bagunças um jornalzinho, resultado de um projeto durante a especialização, voltado para segurança pública  e a cidadania, que fez retornar de imediato o “espírito revolucionário” existente em mim!
matéria passarela
Em junho do ano passado fiz uma parceria com um grupo de jovens no Riacho e começamos a debater segurança pública e cidadania na cidade. Em um primeiro momento tentamos colocar em prática a “teoria das janelas quebradas” e divulgá-la na comunidade. Tentamos combater a pichação na cidade. Não surtiu muito efeito prático devido a falta de apoio e desinteresse das lojas de tinta em colaborar, mas levantamos o debate e isso foi salutar!
Em agosto, retornamos o tema com um jornalzinho quase todo debatendo segurança pública, aí sim, surtiu resultado. Começamos a denunciar os crimes ocorridos no Riacho Fundo e as possíveis causas, tirando a responsabilidade da polícia, dividindo-a entre os demais órgãos do governo e a comunidade (responsabilização). Esse ano colhemos os frutos, para ser mais preciso, semana passada!
foto passarela
Cheguei a comentar em meu livro sobre as reuniões do conselho comunitário de segurança e esportes na cidade reivindicando melhorias na iluminação, resultado desse jornal. Fiquei super feliz com os efeitos práticos, após a iluminação da cidade e dos pontos críticos, assim como indicamos!
passarela blog
Outro ponto importante desse jornalzinho foi a cobrança em cima da polícia civil para solução de crimes que estavam se tornando rotina na cidade. Coincidência ou não, a panificadora a qual me referi nesse texto é a mesma onde trabalhava o padeiro preso recentemente, juntamente com uma quadrilha que efetuava roubos há algum tempo na cidade e nas redondezas, inclusive roubaram um joalheria em um Shopping da cidade!
passarela
Percebi que a cobrança “inteligente” e sadia traz resultados, não imediatos como sempre esperamos, mas como o sábio de eclesiastes diz na palavra de Deus: “Lança o seu pão sobre as águas e depois de alguns dias o achará!”
Após toda essa reflexão percebi que vale a pena ser sonhador e lutar por um objetivo, independente do que pensem de mim!
A revolução na polícia não virá de cima de trio elétricos ou somente com cobranças de aumento salarial, ela virá nos bastidores com a união entre a polícia e a sociedade!

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -