- PUBLICIDADE -

Embaixada da Sérvia, em Brasília, assiste à derrota da seleção na Copa

Cerca de 500 pessoas. Esse é o tamanho da torcida da Sérvia no Brasil. Parte dessa torcida vive em Brasília e, por isso, a embaixada da Sérvia preparou uma recepção para as 15 famílias do país europeu que vivem na capital brasileira. Amigos brasileiros também vieram acompanhar o jogo no território sérvio.

O motorista Branko Dimitrijevic veio parar no Brasil depois que casou com uma brasileira. Antes da partida, ele comentou que o povo servio estava muito empolgado com o jogo e apostou na vitória da seleção europeia.

Os torcedores sérvios comemoram cada erro do ataque brasileiro e cada lance de perigo do ataque sérvio. No intervalo, foram servidos os tradicionais Kiflices, bolinhos da Sérvia recheados com queijo branco e cream cheese.

Morando no Brasil há 10 anos, o tradutor Jovan Tátic também é casado com uma brasileira. No intervalo, ele opinou que a Sérvia evitou se arriscar para não abrir a defesa contra o Brasil.

No segundo tempo, o jogo mudou. O Brasil começou mais agressivo e o sérvio Branko que apostou no 3 a 0 já reduziu o placar para 0 a 0. Minutos depois, o Brasil abriu o placar para alegria dos amigos brasileiros na embaixada. Com o segundo gol de bicicleta, os torcedores ficaram mais quietos e pareciam não acreditar mais na virada.

Agora, os sérvios apostam todas as fichas nos próximos jogos contra a Suíça e os Camarões na esperança de chegar, pela primeira vez, nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -