- PUBLICIDADE -

O soldado e as suas finanças

Ultimamente tenho me silenciado, mas observo o andamento das discussões em nossa Corporação. Normalmente quando me silencio é porque estou de alguma forma tentando me aperfeiçoar como ser humano. Acho importante seguir a linha de que antes de liderarmos os outros temos que liderar a nós mesmos. Tenho focado em organizar minha vida em várias áreas, que estava um pouco bagunçada nos últimos anos.
Mesmo em silêncio tenho visitado alguns quartéis, aproveitado a oportunidade para rever amigos e falar sobre a vida. Ontem mesmo estive até onze e meia da noite falando também com alguns colegas dos Bombeiros Militares do DF. Falamos sobre alguns planejamentos para ações futuras. Um excelente grupo que pode fazer muito nós próximos anos.
Sobre organizar a vida, percebi que vários amigos estão passando pelas mesmas dificuldades, independente do posto ou graduação. Depois de quase treze anos tive coragem de relacionar todas as minhas dívidas e de pedir ajuda para me organizar. Alguns podem achar exposição dizer o que vou dizer agora, mas não tenho vergonha de dizer que chegou ao ponto de ter em meu contra-cheque 08 (oito) empréstimos. Está certo que sempre tive outras atividades fora da PM, mas olhar para o contra-cheque da PM e ver apenas um quinto do meu salário chega a dar tristeza.
Graças a Deus tenho começado a organizar as coisas. Meu cunhado e os outros familiares iniciaram uma verdadeira maratona para me ajudar a livrar do juros. Um boleto pago recentemente me fez economizar 12 mil reais de desconto dos juros e outro pago com a ajuda do meu cunhado gerou um desconto de aproximadamente 28 mil reais de juros também. Não é fácil, pois para pagá-lo decidi vender meu carro e utilizar o 13º salário e férias para quitar esses valores até o final do ano. Estou decidido a resolver isso. É uma questão de honra…
424201_473878496009444_1777767913_n
A primeira sensação que tenho é de perda. Muito estranho. É como se estivesse empobrecendo. É impressionante como é a luta em nossa mente. As vezes vem até o pensamento: “o que irão pensar de mim, ao me ver andando a pé ou de ônibus?”, besteira,  mas depois a sensação de alívio é enorme. É maravilhoso saber que posso contar com algumas pessoas de forma fora do comum. Jamais imaginei ver algo assim em minha vida. Alguém disposto a me ajudar, dando um voto de confiança como meu cunhado deu. Não tenho palavras para agradecê-lo.
Um amigo me disse uma frase um dia que mudou minha vida: “como podemos ajudar os outros se não estamos em condições de nos ajudar?” Como iniciei o texto, acredito que antes de liderar os outros temos que liderar a nós mesmos. Tenho tentando organizar minha vida em todas as áreas, dando um passo de cada vez. Irei conseguir! Você também é capaz…
piramide_do_sucesso[1]

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -