- PUBLICIDADE -

Reestruturação do sistema de saúde da PMDF

Na última semana estivemos reunidos para falar sobre a reestruturação do sistema de saúde na PMDF. Foi uma surpresa receber o convite do comando para participar da discussão. Lá estavam representantes da saúde, associações e blogueiros.

Inicialmente nos foi apresentada  a situação atual do sistema de saúde da PM. Foi nos relatada as dificuldades encontradas nas obras do Hospital, dentre elas os problemas técnicos, voltados para as questões elétricas e hidráulicas que levaram a um aditivo do contrato para conclusão das obras.

Há mais de um ano existe um grupo trabalhando para adquirir os equipamentos necessários para o hospital. Foi criado um núcleo voltado para a execução dos projetos. A modalidade utilizada para as compras está sendo a “adesão de registros de preço”.

Falou-se brevemente sobre o orçamento em execução, a importância do patrimônio institucional e principalmente sobre o modelo de gestão que será implementado no novo hospital. O objetivo é que seja realizada uma PPP (Parceria Público Privado), o escopo principal é uma solução por meio de serviços integrados, ou seja, um modelo misto de gestão, por tempo pré-determinado. Será uma sociedade de propósito específico, semelhante a um modelo adotado por um hospital da Bahia, o primeiro a seguir o modelo de parcerias. O parceiro entrará com a gestão e aquisições de insumos e a PMDF continuará com as aquisições macros (equipamentos diversos).

Sobre o modelo atual, frisou-se que a demanda atual do sistema de saúde PMDF é de aproximadamente 85 (oitenta e cinco mil) usuários/vidas. Atualmente a Corporação possui 20 (vinte) médicos para atendê-los. Também possui uma Junta Médica com 17 (dezessete) oficiais médicos por dia para atender a demanda de averbação de atestados, bienal, dentre outras funções. Legalmente falando, existe lei federal que nos garante o direito a saúde e a sistema próprio de saúde. Não podemos perder tal garantia legal. Precisamos fortalecer e melhorar o sistema.

O projeto de reestruturação prevê:

Ampliação da cobertura atual, visando maior parte das especialidades por meio das redes credenciadas; Reorganização estratégica da Saúde; Reforço da Junta médica; Solução para a Demanda reprimida; Comissão de vistoria técnica; Núcleo de elaboração de projetos; Aparelhamento para melhor adesão nas atas de registro de preços; Serviço de Atendimento ao Usuário; Capacitação dos servidores em elaboração de projetos, dentre outras ações.

Sobre o novo hospital os objetivos são ousados:

  •  Centro Médico PMDF:
  • _DSC0272
Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -