- PUBLICIDADE -

Dupla organiza e executa vítima em horta comunitária, em Alto Paraíso

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia de Alto Paraíso, cumpriu um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão pelo crime de homicídio duplamente majorado pela emboscada e por motivo torpe. O outro suspeito atualmente está foragido.

Trata-se de investigação iniciada em 15 de fevereiro de 2019, quando a vítima foi alvejada por seis disparos de arma de fogo na Horta Comunitária da cidade de Alto Paraíso. O laudo pericial apontou que os disparos foram realizados quando a vítima estava deitada, constatando que se tratava de execução.

No decorrer das investigações a Polícia Civil apurou que a vítima tinha prestado declarações em outro processo, referente a um dos autores, o que levou a sua condenação por tráfico de drogas. Como forma de punição e vingança, quando o autor saiu do sistema prisional, decidiu matar a vítima.

Para tanto, o suspeito se associou ao co-autor, o qual atraiu a vítima para um local ermo sob o pretexto de usar um entorpecente que havia chegado na cidade. Assim, quando o co-autor e a vítima chegaram ao local, o autor efetuou os disparos.

Com a coleta dos elementos informativos, a PCGO cumpriu um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca domiciliar em desfavor de um dos autores. O outro autor está foragido.

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -