- PUBLICIDADE -

O que é um modelo hibrido de policiamento?

Ja faz algum tempo que estou devendo a alguns leitores do blog a resposta a essa pergunta, eu a responderei de forma simples, sem muito academicismo.
Quando falamos em modelo hibrido é necessário entendermos primeiro o conceito de hibridismo, o que nos remonta as aulas de biologia do segundo grau. Hibrido é um conceito da genética relativo ao resultado do cruzamento entre várias espécies. É interessante observar que GERALMENTE UM HIBRIDO NÃO GERA DESCENDENTES FÉRTEIS…
Nos estudos voltados para a segurança pública são várias as linhas de pensamento, quanto a esse conceito, mas ficarei restrito a corrente que entende o policiamento hibrido como ” a utilização de duas ou mais estratégias para a prevenção e controle do crime.”
Alguns como Lint (2005) defendem a idéia de que tais estratégias buscam reduzir a ineficiência e ineficácia do modelo “tradicional” de policiamento, bem como suas limitações em controlar o crime e a violência, agregando valor a atividade policial, nesse sentido há uma grande necessidade de investimentos em informação e comunicação.
Particularmente vejo o modelo hibrido como um agregador de valor aos modelos existentes, chegando ao ponto de ver o que ele chama de modelo tradicional, como uma forma de modelo hibrido, ainda mais nos tempos atuais com os investimentos em tecnologia da informação. Atento-me a simplicidade do conceito que afirma que hibrido é o resultado de vários cruzamentos…
Em breve escreverei sobre o policiamento orientado para o problema que é uma das estratégias que agregam valor ao policiamento “tradicional”.
Saiba mais:
Híbrido (biologia)
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Híbrido designa um cruzamento genético entre duas espécies vegetais ou animais distintas, que geralmente não podem ter descendência devido aos seus genes incompatíveis.[1] Este fenômeno foi estudado pela primeira vez em plantas por Kölreuter durante o século XVIII, embora existam citações mais antigas sobre esse assunto, tanto em plantas como em animais.[carece de fontes?]
Algumas dessas novas espécies ainda são produzidas até hoje através do cruzamento entre espécies, essencialmente para serem usadas como atrações de shows e locais turísticos. Atualmente, os cientistas estão tentando recriar o mamute, animal pré-histórico, através de inseminação artificial de sêmen destes animais (que foram encontrados congelados em algumas partes do planeta) em fêmeas de elefante, que são seus parentes modernos. Se conseguirem, este animal será um híbrido de elefante com mamute, e provavelmente também será estéril.

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -