- PUBLICIDADE -

Bancos sofrem ataques em série em Brasília

  

Brasília começou a semana ao som de tiros e explosões no setor bancário sul, um grupo de agentes não estatais armados realizaram roubos nos principais bancos no centro de Brasília, a polícia foi acionada e policiais de operações especiais cercaram e confrontaram o grupo, vários criminosos foram neutralizados, reféns libertados e bens e recuperados. Junto com os criminosos várias armas de grosso calibre e explosivos utilizados nos arrombamentos.


Esta poderia ser uma notícia chocante caso ocorresse de verdade, mas foi uma simulação utilizada para treinamento e mapeamento de ações em ambiente real. O comandante do BOPE informou a nossa equipe que esta é uma etapa crucial no treinamento e desenvolvimento de protocolos para estes tipos de ações.


Todo o ambiente foi inspirado nos diversos estudos de casos que o BOPE e o serviço de Inteligência da PM estudam continuamente. Estes casos estudados são desde casos acontecidos em território nacional até casos internacionais. “Sabemos que temos que estar à frente do crime a fim de dar uma resposta eficaz a sociedade. ” Disse um dos policiais.

Participaram do exercício com grande importância em eventos como estes: o Centro de Operações da Policia Militar (COPOM), Batalhão de aviação (BAVOP) com o apoio aéreo, 1º BPM e 3º BPM com a resposta das viaturas de área, Batalhão de Operações de Choque (BPCHOQUE) com a aplicação tática do PATAMO, o Comando de Policiamento de Trânsito (CPTRAN) com barreiras rodoviárias para conter fugas. Além das unidades da PMDF o Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF) atuou com suas unidades no combate de possíveis incêndios e vítimas decorrentes das ações.

O BOPE
O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) é a unidade de elite da Polícia Militar. No Distrito Federal, foi criada em 1971 e atualmente seu efetivo é composto por um grupo de cerca de 200 policiais militares, disciplinados e altamente treinados para situações de alto risco e extremo rigor, sendo empregado o uso de armas e táticas especiais. Por ser a unidade de elite da capital do país, o Batalhão investe na aquisição de equipamentos de última geração e na preparação dos seus policiais que mantém constante intercâmbio com unidades de elite de todo o mundo, para troca de conhecimentos sobre ações de contraterrorismo na proteção das autoridades. No contexto da Segurança Pública do Distrito Federal, o Batalhão é a ”ultima ratio”, ou seja, a última resposta.

O BOPE está pronto para agir em situações de alto risco em todo o Distrito Federal. Suas principais atribuições são: rebeliões com reféns, resgaste de reféns, ocorrências com bombas em caixas eletrônicos, segurança de grandes eventos, combate ao terrorismo, combate ao narcotráfico, combate urbano e rural, contra-guerrilha, gerenciamento de crises, desarmamento de explosivos, operações helitransportadas, operações subaquáticas, intervenções de alto risco e proteção de autoridades.

 

 

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -