- PUBLICIDADE -

Terceiro dia e encerramento do 35º Concursos de Saltos Coronel Rabelo 2022

Os cavaleiros e amazonas de vários estados do país continuaram a disputa no terceiro e último dia do 35º Concurso de Salto Coronel Rabelo (CSCR), realizado durante todo o dia de hoje, domingo, 19 de junho. As provas do torneio promovido pela Polícia Militar do Distrito Federal, em parceria com a Federação de Hipismo de Brasília (FHBr), foram realizadas exclusivamente neste domingo na pista de grama. O torneio é o mais tradicional e antigo do hipismo clássico da capital federal e é realizado na sede do Regimento de Polícia Montada da PMDF, localizado no Riacho Fundo. A competição teve início na sexta-feira, dia 17 de junho e foi encerrada hoje, dia 19. O evento deste ano celebrou os 40 anos da Cavalaria da PMDF.

Pontualmente as 9 horas, a competição teve início. A primeira prova teve obstáculos com 90 centímetros de altura nas categorias “Aberta” e “Militar” Tipo Normal com faixa de tempo e tempo ideal. Na categoria “Militar” o primeiro colocado foi o capitão Geraldo Neiva de Almeida montando o cavalo Dom Ruan. Ele foi seguido pelo coronel veterano da PMDF Jorge Dornelles Passamani e pelo tenente da PMDF Lucas da Costa Urtiga.

A segunda prova, com obstáculos de 1 metro de altura tipo normal com faixa de tempo e tempo ideal, teve a categoria “Aberta”, “Jovem Cavaleiro B” e “Mini Mirim”. A terceira prova foi disputada nas categorias “Amador B”, “Master B” e “Militar B”, com obstáculos com 1 metro de altura, tipo cronômetro. Destaque para o sargento PMDF Dierson de Carvalho Pimentel. Ele montou Libra Itapuã e ficou com a primeira colocação na categoria “Amador B”, “Master B”. O sargento Dierson também ficou em primeiro na categoria “Militar B”, seguido pelo coronel Alyson (PMGO), tenente-coronel Jamilson José Batista de Moura (comandante do Regimento de Polícia Montada da PMDF). Em quarto lugar ficou o soldado R. Tavares, integrante do RPMOn e formado no Curso de Polícia Montada de 2020. Atualmente o soldado R. Tavares integra o 2º Esquadrão de Choque Montado. Eles disputou a competição pela primeira vez e já subiu ao pódio. Nessa prova, também estiveram na disputa do comandante-geral da PMDF, coronel Fábio Augusto Vieira, montando Jatriz Itapuã, e o subcomandante – geral da PMDF, coronel Edvã de Oliveira Sousa, montando Lark Itapuã. O Coronel Edvã também competiu em outra categoria.

A quarta prova do evento do domingo foi disputada nas categorias “Aberta”, “Amador A”, “Jovem Cavaleiro A”, “Master A”, “Pré-Mirim” e “Militar A”, tipo cronômetro, com obstáculo de 1,10 de altura. Na categoria Militar A a classificação foi a seguinte: 1º lugar para o tenente Luiz de Castro Neto (PMESP), seguido do coronel RR Ascanio casado de Araújo Lima Neto (PMAL) e do capitão José Roberto Bourguion (PMDF).

A quinta prova do dia foi na categoria Aberta, com obstáculo de 1,20 de altura e Sênior, do tipo cronômetro.

Encerrando o 35º Concursos de Saltos Coronel Rabelo foi disputada a Copa Bronze na pista de grama do tipo cronômetro com desempate, com obstáculos de 1,20 de altura, nas seguintes categorias: Amador, Jovem Cavaleiro, Master, Militar e Mirin. Na cetgoria Militar o primeiro lugar ficou com o sargento Rômulo Leal, seguido do tenente Igor de Paula Porcina (PMESP) e do capitão Rafael Vieira Monção (PMDF).

Após o encerramento do concurso, durante a confraternização, o comandante do RPMon, tenente-coronel Jamilson José Batista de Moura, chamou atenção para o fato do evento ser realizado após dois anos de ausência devido a pandemia da COVid 19. Ele ainda salientou o fato de pela primeira vez, comandante-geral e subcomandante-geral em exercício, participarem da competição.

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -