- PUBLICIDADE -

Detento é preso em flagrante ao oferecer propina em troca de vantagens na prisão

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de São Luís de Montes Belos recusaram, na última quarta-feira (11), propina oferecida por um detento do presídio. O custodiado ofereceu R$ 16 mil para obter vantagens dentro do ambiente prisional, pertencente à 5ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

Segundo a direção do presídio, a ação ocorreu no instante em que o detento era escoltado para a sala de videoconferência, onde seria atendido pela sua defesa. Ele dirigiu a palavra aos servidores buscando receber vantagens. De imediato, foi dada voz de prisão em flagrante.

O reeducando, que passa a responder por corrupção ativa, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde foi lavrado o auto de prisão. Ele já está preso com base em dois artigos do Código Penal Brasileiro: 171 (estelionato) e 155 (furto).

Segundo o artigo 333 do CPB, oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício, tem pena de reclusão de 1 a 8 anos de prisão, e multa.

Polícia Penal Goiás
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Comunicação Setorial

Fonte: SEAP GO
Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -