- PUBLICIDADE -

Uma avaliação do nosso atual momento. Precisamos nos manter mobilizados em prol de nossa Corporação!

Não há dúvida de que a polícia é minha grande paixão e minha língua meu grande problema. Tento me silenciar, mas não consigo. Quase todos os dias acordo bem cedo, leio blogs, jornais, emails e alguma parte de um livro, de preferência da Bíblia, e faço meu planejamento diário. Encontro amigos, faço reuniões, discuto normalmente assuntos relacionados a segurança pública, pelo menos uma vez por semana encontro-me com lideranças da PMDF e avaliamos nossas ações.Em alguns momentos, vejo mudanças significativas, em outros, vejo grandes retrocessos. É a vida…
Durante os últimos cinco anos avançamos muito! Duas leis que “reestruturaram” nossa carreira, criando esperanças para os mais novos, curso superior para os que não haviam cursado, dentre outras conquistas. Aprendemos a MOBILIZAR a categoria (que ainda parece uma “tropa”), mas que aos poucos torna-se massa pensante, estamos aprendendo a PLANEJAR e a NEGOCIAR, mas ainda falta muito. É um processo demorado…
Devemos perceber que a migração de uma política dos trios elétricos para uma política de bastidores não é fácil. A mudança gera incômodos e insatisfações diversas. As lutas internas pelo poder também são um grande problema. Como nossas FUTURAS lideranças ainda estão em processo de formação muitos erros ainda serão cometidos. O importante é compreendermos que não importa a velocidade, mas sim a direção.E estamos na direção correta!
Um ponto importante a ser aprendido é que ao se fazer “política” o silêncio é fundamental. Não vemos outras categorias (exemplo PCDF) gritando aos quatro ventos suas mudanças estratégicas, elas são discutidas em “núcleos fechados” e só então implementadas. O debate é salutar, mas entre nossa categoria. Não dá para termos uma informação é passá-la por meio de “bizús” como FURO DE REPORTAGEM, não somos repórteres, mesmo sendo blogueiros. Nossa rede rádio não pode comemorar “vitórias” antes do fim da guerra. Isso atrapalha qualquer negociação política.
Lembro-me do ano passado quando um FURO DE REPORTAGEM nos deixou fora do ORÇAMENTO DESSE ANO. Por causa de uma informação de que nosso aumento seria de 13% em cima do soldo e não da remuneração ficamos sem nada no orçamento de 2012. Precisamos ter cautela em nossas ações. Precisamos discutir e debater, mas as comemorações só podem ser feitas após a concretização da vitória. Outro ponto importante são os ataques individuais que atrapalham toda categoria. Precisamos agir com sabedoria.
A construção é diária. A polícia somos nós, nossa força é nossa voz. Nossa mobilização é muito importante. Agora mais que nunca. Precisamos nos planejar. Saber o que fazer e como fazer! Depois disso, nos mobilizar por meio de ações eficientes, eficazes e efetivas. Quem sabe faz a hora, não esperar acontecer! Separados somos fortes, juntos somos imbatíveis! Precisamos de todos unidos em prol de nossa Corporação. A polícia somos todos nós! Precisamos defendê-la!

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -