- PUBLICIDADE -

Surpresa no DF. Novo governador é eleito!

O DF vive algo atípico no Brasil. Em um ano teremos 04 (quatro) governadores (Arruda, Paulo Octávio, Wilson Lima e agora Rogério Rosso).
Agora devemos esperar para ver o novo cenário que surge a nossa frente. A política em nossa cidade precisa passar uma renovação o mais rápido possível. Renovação da ética, da competência e do caráter!
Nossa cidade merece respeito. Boa sorte ao novo Governador!
Rogério Rosso é o novo governador do Distrito Federal
Com 13 votos, Rogério Rosso (PMDB) foi eleito o novo governador do Distrito Federal pelos deputados distritais na eleição indireta. A posse está prevista para segunda-feira, dia 19, às 10h, na CLDF.
Todos os 24 deputados distritais copareceram e participaram da eleição indireta. O placar foi de 13 votos para Rogério Rosso (PMDB). Antônio Ibañez, do PT, teve seis votos. Já Wilson Lima, do PR, que é até esse domingo o governador interino do DF, teve quatro votos. Houve apenas uma abstenção.
Foi um placar surpreendente, já que durante todo esse sábado falava-se que essa eleição iria para segundo turno. Inclusive os nomes dos favoritos oscilavam e os votos dos candidatos também eram incertos. Foi muita negociação nos bastidores
Na hora marcada, plenário vazio. Os deputados chegaram atrasados. A manhã deste sábado, dia 17, foi de intensa negociação fora da Câmara Legislativa. “O dia inteiro está ocorrendo reuniões, estamos sentando e conversando para ver se existe uma forma de que a coisa caminhe todo mundo unido”, afirmou o deputado distrital Raad Massouh (DEM).
As costuras políticas continuaram até o último minuto, nas conversar reservadas, ao pé do ouvido. Inclusive entre adversários. Valia até pedir com bastante jeitinho. E fazer e refazer as contas de possíveis votos, mas com mistério.
“Eu não sou matemático, não tenho esse exercício de futurologia matemática. Então, não posso fazer”, disse o candidato Rogério Rosso.
Com tanta articulação, o governador interino, Wilson Lima, foi o último candidato a chegar à CLDF, cercado de seguranças. A sessão começou com uma hora de atraso. Mesmo assim, deputados e candidatos saíam e entravam a todo o momento no plenário. De última hora, duas candidaturas foram retiradas: a de Messias de Souza, do PCdoB; e a de Aguinaldo de Jesus, do PRB.
Apenas quatro, das dez chapas inscritas inicialmente, continuaram na disputa. Os candidatos a governador e a vice falaram, da tribuna, sobre as propostas para a cidade.
Rogério Rosso ganhou a eleição em primeiro turno, inclusive com 13 votos. Esse era o número mínimo para que um dos candidatos conseguisse vencer em primeiro turno. Rogério Rosso é advogado e já foi empresário. Atuou como secretário de Desenvolvimento Econômico e administrador de Ceilândia no último governo de Joaquim Roriz. Ele presidiu a Codeplan na gestão Arruda. A sua vice é a ex-administradora de Brasília, Ivelise Longhi.
Rita Yoshimine / Hélio Marinho / Rafael Sobrinho
Fonte: DFTV

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -