- PUBLICIDADE -

Uma reflexão sobre o aumento da PMDF

As vezes fico observando as manifestações e os discursos inflamados daqueles que estão a frente do nosso movimento reivindicatório e uma coisa não fica clara: QUAL O OBJETIVO DE TUDO ISSO?
As vezes sinto-me semelhante quando eu ouvia os discursos inflamados pedindo a UNIFICAÇÃO DAS POLÍCIAS. A primeira pergunta que vinha em minha mente era: UNIFICAÇÃO DE QUÊ? BANCOS DE DADOS? PROCEDIMENTOS? SALÁRIOS? FORMAÇÃO?
Quando ouço os discursos inflamados “exigindo” aumento uma coisa não fica clara: QUANTO QUEREMOS? COMO QUEREMOS RECEBER? QUAL DIREÇÃO ESTAMOS SEGUINDO?
No início do ano sugeri:
A diferença média em todos os postos e graduações para uma equiparação com a polícia civil é de três mil reais. Em minha opinião é com base neste valor que devemos negociar para uma equiparação, mesmo que seja até 2014, incluindo soldados e cabos, não somente a partir de sargentos como se tem ventilado. Devemos dividir esse valor em cinco pontos principais:
1) R$ 400,00 para a etapa alimentação;
2) R$ 400, 00 para um possível auxílio transporte;
3) Antecipação do risco de morte;
4) 20% dos reajustes do Fundo Constitucional nos últimos anos;
5) Dividir o restante para a equiparação em duas parcelas: Uma no primeiro semestre de 2014 e outra no segundo semestre.
PRECISAMOS TER FOCO, DIREÇÃO!
É importante compreendermos que não devemos falar de AUMENTO e PLANO DE CARREIRA ao mesmo tempo! O ideal seria termos duas “comissões”. Uma focada no AUMENTO e outra FOCADA em PLANO DE CARREIRA!
Foco é tudo!  Precisamos definir o que queremos! “Guerrinhas” internas não nos ajuda, somente nos atrapalha! Povo dividido é um povo facilmente escravizado. Separados somos fortes, juntos somos “imbatíveis”, desde que saibamos para aonde estamos indo…

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -