- PUBLICIDADE -

"As tempestades mudas"

Sempre afirmei nesse blog que para tocar a alma das pessoas é necessário tocar o coração. Acredito nisso, Aquele que toca o coração é capaz de fazer coisas impossíveis de se imaginar.
Hoje não quero falar de segurança pública, mas quero falar de seus agentes, suas dores, suas paixões. Somos humanos, não imortais. Sentimos dor, sonhamos, amamos, sofremos…
Tive a oportunidade de ler um livro de um leitor do blog e capitão da polícia militar do DF. Uma pessoa simples, que toca o coração das pessoas com seu trabalho intitulado: AS TEMPESTADES MUDAS, JEAN ARAÚJO, EDITORA THESAURUS, 2007. São poemas inspiradores, apaixonantes, revigorantes…
Um texto pode expressar muita coisa sobre um ser humano.
Gostaria de fazer das palavras dele as minhas, quando nos agradecimentos ele diz:
“Feitas as devidas considerações, agradeço, não só a todas as pessoas que me despertaram os mais diversos tipos de amor que se pode vivenciar, mas também a todas aquelas, que mesmo inconscientemente, despertaram-me sentimentos de amargura, desilusão, desesperança, tristeza…A dor nos evolui, torna-nos mais serenos e conscientes de nossa fragilidade, obriga-nos a mergulhar no que há de mais abissal em nosso espírito, a descortinar alegrias implícitas que por si sós jamais seriam reveladas.”

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -