- PUBLICIDADE -

DELEGADO-GERAL JAIR PAIVA PARTICIPA DO ENCERRAMENTO DO II SIMPÓSIO DE OPERAÇÕES COM CÃES DA SENARC

POR:ASCOM-PCMA

Na manhã da última quinta-feira(10), o delegado-geral de Polícia Civil do Maranhão, Jair Paiva, participou da solenidade de encerramento do II Simpósio de Operações com Cães realizado pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC) através do Núcleo de Operações com Cães (NOC/SENARC).

A solenidade de encerramento ainda contou com a participação do superintendente da SENARC, Ederson Martins; do superintendente da SEIC, Augusto Barros; do superintendente da SPCI, César Veloso e do coordenador do Núcleo de Operações com Cães (NOC), Diego dos Santos.

O curso que teve início no último dia 03 de novembro visa buscar a padronização de procedimentos operacionais na Polícia Civil do Maranhão no que se refere as operações com cães, além de proporcionar conhecimentos necessários para que o policial civil, operador K-9, tenha habilidades necessárias para a manutenção das ações do Núcleo de Operações com Cães em todo Maranhão.

 

Durante os 08 dias de simpósio, as equipes de policiais (operador K-9), realizaram várias atividades ostensivas em pontos estratégicos de São Luís no intuito de praticar a padronização de ações com a utilização dos cães. Em duas dessas atividades, os policiais conseguiram apreender drogas.

Na Lagoa da Jansen, 05 quilos de maconha foram apreendidos em uma região de mangue ocasião em que um homem de 44 anos, foi preso em flagrante. Já nas proximidades do Terminal Rodoviário de São Luís, cerca de 420 trouxinhas de maconha foram localizadas dentro de uma garrafa pet escondida entre troncos de árvores.

O Terminal Ferroviário de São Luís e o Complexo Penitenciário de Pedrinhas também foram alvos desses trabalhos ostensivos. No terminal, cerca de mil bagagens foram revistadas e em na penitenciária os alvos da vistoria foram as celas.

No Maranhão, desde o ano de 2016, a Polícia Civil conta com os trabalhos de cães farejadores que já conseguiram apreender toneladas de drogas dos mais variados tipos. Nesse período, as operações com cães se expandiram para outras regionais de polícia do estado, a exemplo, Timon e Codó.

Nesse contexto, o simpósio tem o intuito de manter a atividade em um patamar de excelência e padronizar as ações das operações com cães no Maranhão. A SENARC destaca que é de suma importância a realização do simpósio anual para discutir e dividir experiências adquiridas durante o ano de atividades.

Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -