- PUBLICIDADE -

Parabéns aos amigos vinte e três e vinte quatro mil – Doze anos de polícia completados hoje!

Há exatos doze anos aproximadamente mil e trezentos jovens ingressavam na Polícia Militar do Distrito Federal. Os gritos no CFAP ainda são “vivos” em minha memória: “No pátio é correndo aluno!”. Meninas e meninos que tornaram-se grandes homens e mulheres em nossa Corporação.
Em doze anos muita coisa mudou. Os cabelos brancos demonstram o peso do tempo. A sabedoria adquirida durante a caminhada também. Amigos partiram para o outro lado da vida, antes mesmo de formarmos, outros, partiram logo após. Amigos foram reformados por lesões causadas durante o serviço, outros foram para outras instituições, alguns foram promovidos, são oficiais ou sargentos.
Deus me deu a honra de rever praticamente todos os policiais de nossa turma, durante as aulas de chefia e liderança. Como é maravilhoso ver o crescimento de cada um. As duas últimas aulas do nivelamento de praças foram até agora as mais “especiais”. Ontem foi um dia fantástico ao lado dos amigos: SD PIRES, SD EULER e SD ALMIRO.
Nesse dia, quero parabenizar cada amigo, cada policial 23/24 mil, da Turma Soldado Dos Anjos. Não tenho dúvida que cada um de nós, nesse período, passou por alegrias e tristezas, mas o importante é que estamos vivos, superamos cada etapa.
Agradeço ao Criador por nossa profissão, que tanto amo e respeito. Pelos amigos que fiz nesse período e por tudo que a Polícia Militar me proporcionou. O aprendizado que aqui tive e tenho é de fundamental importância em minha caminhada, talvez seja por isso que sempre me pergunto: O que posso fazer pela polícia para retribuir tudo que ela me fez? Tudo que tenho e sou agradeço a Deus e a PMDF!
Obrigado aos instrutores, comandantes de pelotões e todos aqueles que contribuíram com nossa formação. Em especial ao SUBTENENTE LIMA, amigo querido, hoje “doutor Lima”, pois se formou em medicina veterinária, como um dia sonhou. Também não poderia esquecer o TC GILSON, capitão à época, que com suas ilustrações e histórias de “monges” nos ensinou mais do que ele próprio pode imaginar. Muitas são as histórias guardadas em nossa memória e em nossos corações. Obrigado a equipe do Curso de 1999/2000.

Aderivaldo Cardoso
Aderivaldo Cardosohttps://policiamentointeligente.com
Especialista em segurança pública e cidadania, pós graduado pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -